domingo, março 31, 2013

uma noite juntos.

Sábado passado minha amiga e do Rafa em comum nos convidou, mais alguns amigos para irmos tomar vinho em sua casa. Rafa veio à tarde para a minha casa, assisti alguns seriados deitado no colo dele, onde roçávamos levemente as mãos e ele me beijava os cabelos. Quando chegou me olhou e disse "você cortou o cabelo, está ótimo!", e eu sorri desconcertado. Passamos algumas horas juntos, já fazia três semanas que não nos encontrávamos.

Fomos para a casa de nossa amiga, por duas vezes ele me tocou com os dedos enquanto estávamos sentados no sofá, eu deixei e fingi que não notei. Bebi muito, ele bem menos. Na hora de ir pra casa olhei pra ele e disse "queria que você fosse dormir comigo". Eu já havia preparado um ensaio de que não ia dirigir bêbado até a casa dele, mas se ele quisesse podia pegar um taxi, mas ele me surpreendeu dizendo que sim. Chegamos em casa e tomei banho, ele estava só de bermuda já deitado na minha cama, pedi pra ele tirar a bermuda e ele tirou. Deitamos na cama, ele me abraçou e me beijou na testa.

Dormimos, mas as vezes eu acordava e apertava seu corpo contra o meu. Gostava de sentir o cheiro dele, beijava suavemente seu braço e peito. Dormia. Acordei quase dez horas da manhã com o Rafa passando a mão por meus cabelos e beijou meu olho. "Ficou muito lindo em você esse corte de cabelo", ele disse. Eu sorri, fechava os olhos e deixei ele me mimar um pouco.

Conversamos um pouco, contei que troquei de carro e vou receber o novo essa semana, olhei pra ele e perguntei se podia levá-lo para dar uma volta pra comemorar, ele disse que sim.

Embora eu tenha alisado seu membro, beijado seu peito, ele continuou agindo com carinho comigo. Nossa amiga no outro dia me ligou pra dizer que achou estranho ele não ter levado o Tropeço e perguntou se eu sabia como eles estavam, respondi que não sabia. Ela me disse que falou pra ele que ele podia levar o namorado. O Tropeço ligou várias vezes a noite e ele passou pra nossa amiga conversar com ele, ela perguntou porque ele não tinha ido e ele não respondeu. "Acho que ele queria que o Tropeço não fosse", me disse. Eu sei que parece uma pequena conquista, mas eu continuo com a sensação que vai valer à pena insistir nessa relação. Quero insistir na felicidade.

11 comentários:

Margot disse...

King... você tem sido tão insistente com o Rafa, que eu já estou torcendo por vocês... rsrrs... Mas cuidado, viu!!!
Beijão

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

Margot está certíssima ... torcendo muito por vcs mas cuidado ...

Fred disse...

Vai que é tua, meu filho! Insistir na felicidade é o mínimo que a gente deve fazer mesmo! #tamojunto! E ri alto com teu comment... a única pessoa que "me pegou" no primeiro de abril... genial! Bjos, majestade!

FOXX disse...

não é conquista nenhuma! vc não me vem com essa de novo. é só ele dá metade de uma esmola que vc já acha que conquistou algo. NÃO CONQUISTOU! E acho que eu sou o único dos seus comentadores que tem os pés no chão.

Ro Fers disse...

Invista, mas com prudência, sempre se valorizando.
Estou na torcida aqui.

O Verônico disse...

Oi, muito prazer. Conheci seu espaço hoje, e já gostei de cara! =)

Me identifiquei bastante, porque também estou passando por quase a mesma situação...

Pés no chão é fundamental. Tente não se iluda com as circunstâncias, mas insista em usa real felicidade até o momento em que parares de respirar.

Abraço do Verônico.

Fred disse...

A Gata e o Rato era/é #tudodebom mesmo! Bjonas, Rei!

Fred disse...

E eu nem sabia que vc também dava pra eletricista!!!! Hahahahaha! Bjs!

Otávio disse...

cada um sabe o que faz né!!!

óhhh, mas venha me fazer uma visita, sou louco pra te conhecer, sério!!!

Alan disse...

Rei, eu não sei exatamente se é porque me acabo no jeito que tu escreve ou se é meu lado 'taurino sonhador' que me faz gostar tanto da combinação "RafaRei". Torço por vocês! Abraço!

Sam Peregrine disse...

Só sabe o que é isso de verdade, quem passa pela mesma coisa.
Acabei de conhecer o seu espaço e já amei de cara.
Bjs!